15 fuzis AK-47, munição e dezenas de granadas encontradas pela Polícia em posse de extremista islâmico em Paris

Um exemplo das armas de guerra , munições e drogas apreendidas em poder de gangues islâmicas àrabes e chechenas na França. A grande maioria das armas chega desmontada por contrabando escondidas em bagagens de veiculos civis vindos da Argélia e leste europeu. Photo by - / GENDARMERIE NATIONALE / AFP.
638views

A polícia descobriu nesta segunda-feira um arsenal de armas de guerra na casa de um homem de origem argelina no 16º arrondissement de Paris, que foi preso. A descoberta se deu por acaso depois de inicialmente investigar uma ocorrência de violência doméstica.

Quais eram as intenções desse homem, armazenando todas essas armas de guerra em sua casa? Os policiais do XVI distrito de Paris se interessaram por ele quando, por volta das 12h40 da segunda-feira, a sua companheira chegou à delegacia para registrar uma queixa por violência doméstica.

A esposa do criminoso explicou que ela era regularmente sujeita a violência por parte de seu parceiro e que ele era particularmente agressivo. Ela também especificou que ele era um ex-soldado e militante religioso islâmico salafista (Islã radical).

Durante as primeiras investigações, as autoridades descobriram que o suspeito era alvo de um mandado de busca e captura desde 2015 por violência contra a família, e, que estava condenado a dois meses de prisão em Colmar (Alto Reno) por tràfico de drogas.

A  Polícia descobriu que ele mesmo sendo procurado pela justiça, ele estava em  posse de um rifle comprado legalmente, no arquivo AGRIPPA, o aplicativo para gerenciar o diretório informatizado de proprietários e possuidores de armas.

Um exemplo das armas de guerra , munições e drogas apreendidas em poder de gangues islâmicas na França. Photo by – / GENDARMERIE NATIONALE / AFP.

Um grupo especializado do GSO e CSI

Diante desses primeiros elementos, a polícia decidiu montar um dispositivo para prender esse homem. Para prender o suspeito com o máximo de precauções, a polícia do Grupo de Apoio Operacional (GSO) e seus colegas da Companhia de Segurança e Intervenção de Paris (CSI) foram chamados. Estes formaram uma coluna de assalto e se posicionaram perto do prédio, a fim de antecipar uma situação que se tornaria perigosa.

O suspeito foi finalmente preso sem dificuldade quando entrou no saguão do prédio em que residia, por volta das 15h40. Ele foi preso e uma busca foi realizada em sua casa. A polícia fez uma descoberta surpreendente por acaso efetuando a busca padrão na residência do criminoso.

Infelizmente não existem mais imagens disponìveis dos fatos devido à novas leis da França que proìbem a divulgação de ocorrências policiais sem a permissão das autoridades. Estranhamente, o caso recebeu pouca ou nenhuma cobertura das grandes mìdias apesar da relevância, sendo divulgado e comentado apenas por profissionais de segurança.

Milhares de cartuchos de diferentes calibres

Quinze rifles de assalto estavam armazenados no apartamento, além de várias pistolas, mas também granadas diversas. Os policiais também encontraram vários milhares de cartuchos de vários calibres: 7,62 mm, 5,56 mm, 9 mm e 11,43 mm. Carregadores de alta capacidade também foram encontrados, bem como braçadeiras de identificação policial, literatura islâmica radical e uniformes do exército francês.

Uma investigação foi aberta e confiada ao 1º Distrito Judiciário da Polícia (DPJ) da prefeitura. Isso esclarecerá as motivações do suspeito, que também terá que responder às acusações de violência doméstica.

Também serà investigada a possibilidade de ligação do criminoso com gangues islâmicas que causaram tiroteios em Dijon e com a tentativa de ataque à uma igreja no domingo, dia 19, onde um terrorista islâmico foi detido por civis depois de ser abalroado por um segurança privado, que impediu um ataque contra cerca de mil pessoas no interior de uma igreja em Blanc-Mesnil.

De acordo com a promotoria de justiça da região de Bobigny o terrorista islâmico detido no domingo tinha “um sabre, uma metralhadora MAS 9mm e um fuzil AK-47” e durante a busca policial na casa do terrorista islâmico em Villemomble, outros dois AK-47 foram encontradas. Este homem de 32 anos, que tinha um nível de álcool no sangue próximo a 1 g por litro de ar expirado, foi preso por violência dolosa com uma arma, ameaças com uma arma, detenção, porte e transporte de uma arma. Mas estranhamente o caso não foi transmitido às autoridades policiais antiterroristas.

 

  • Com informações da Actu17, TV Libértés, Agence France Press e France Inter via redação Orbis Defense Europe.




Be the first to comment on "15 fuzis AK-47, munição e dezenas de granadas encontradas pela Polícia em posse de extremista islâmico em Paris"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*