Aviação Israelense ataca alvos iranianos na Síria

De acordo com testemunhos de operadores sirios do sistema de defesa aérea, aeronaves F-35 efetuaram o ataque acompanhadas por aeronaves F-16I. Imagem ilustrativa via IDF.

A aviação de combate de Israel efetuou ataques aéreos em al-Bukamal, na Síria, nesse 26 de dezembro. Segundo relatos de observadores internacionais e de operadores do sistema de defesa aérea siria, aviões de guerra israelenses voltaram a atacar as ‘instalações militares’ iranianas na área de fronteira.

Aparentemente o ataque israelense de hoje não tem ligação com provàvel represàlia com o ataque de ontem, que quase atingiu a região onde o Primeiro Ministro Israelense estava em campanha na cidade de Ashkelon, que foi atacada por uma salva de foguetes disparados da Faixa de Gaza.

O centro pró-militante do Reino Unido, o Observatório Sírio de al-Bukamal, afirmou que cinco membros das forças sirias apoiadas pelo Irã foram mortos no ataque.

A atividade militar israelense na Síria aumentou em meio ao avanço do exército sírio contra terroristas na Grande Idlib. Israel aparentemente decidiu usar a batalha de Idlib como uma cobertura para as próprias ações.

No início de 23 de dezembro, a Defesa Aérea da Síria interceptou vários mísseis lançados por aviões de guerra israelenses das Colinas de Golã, ocupadas por Israel, e da área libanesa do Monte Hermon.

A agência SANA Syria alegou que os mísseis israelenses teriam como alvo a área de Aqraba, no interior de Damasco. Fontes pró-Israel afirmam que todos os mísseis atingiram seus alvos. O impacto real do ataque ainda não está claro.

O novo ataque israelense na Síria ocorreu quando o exército sírio e seus aliados estavam desenvolvendo um importante avanço contra grupos terroristas na região do Grande Idlib. Ao mesmo tempo, o ISIS aumentou seu ataque a alvos militares e civis na parte controlada pela administração da Síria. Parece que algumas forças estão muito infelizes por os militantes do Idlib estarem em retirada.

Enquanto isso, o exército sírio e as milícias pró-governo libertaram as aldeias de Khirbat Marata, Faul, Abu Dafna e Hadithi e avançaram em Taqana, Kafr Basin e Babulin, onde eclodiram confrontos.

O próximo alvo do exército sírio era a cidade de Jarjanaz, um dos principais pontos fortes de Hayat Tahrir al-Sham e a Frente Nacional de Libertação da região, apoiada pela Turquia. A libertação da cidade abriu uma rota para Maarat al-Numan, localizada na rodovia M5.

Ao avançar em Maarat al-Numan, o Exército Sírio poderá cortar as linhas de suprimento das posições dos militantes restantes ao sul da cidade e, assim, ter a chance de libertar toda a área.

  • Com informações Reuters, SANA Syria, Al Arabya 24 News e Israel I24 News via redação Orbis Defense Europe.




Be the first to comment on "Aviação Israelense ataca alvos iranianos na Síria"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*