Aviadora Indiana assumirá o comando de caça Dassault Rafale na IAF

A Tenente Avani Chaturvedi. Imagem via Indian Air Force.
707views

Na Índia, onde a Força Aérea Indiana (IAF) oficialmente comissionou os cinco primeiros Rafale do Esquadrão nº 17 “Golden Arrows”, em 10 de setembro, na base aérea de Ambala, uma aviadora já foi designada para pilotar os modernos caças que agora colocam a China em apreensão.

De fato, de acordo com a imprensa indiana, a primeira mulher da IAF a pilotar um MiG-21, a Tenente Avani Chaturvedi, acaba de ser designada para o Esquadrão Nº 17. O que significa que ela se tornará a primeira oficial aviadora índiana a assumir o controle de um caça Rafale.

Ela foi escolhida para pilotar aeronaves Rafale após um rigoroso processo de seleção e já está atualmente em treinamento.

A Tenente Avani Chaturvedi foi uma das três primeiras mulheres indianas a começar a treinar como piloto de caça em 2016. Uma “revolução” na época, dado que, até então, as forças indianas há muito se opunham à ideia de permitir que as mulheres lutem na linha de frente. “Isso abre um novo capítulo para as forças de defesa”, comentou o diário Times of India na época. Desde então, outras sete pilotos do sexo feminino ingressaram na IAF.

Nascida em outubro de 1993, Avani Chaturvedi se envolveu com a aviação após estudar tecnologia na Universidade de Banasthali. Após a conclusão de seu treinamento, ela foi designada para o No. 23 Squadron Panthers, onde fez seu primeiro vôo solo a bordo de um MiG-21 em 2018 (divulgado em primeira mão na América Latina pelo Orbis Defense).

A IAF precisa de cerca de 4.230 pilotos. No entanto, atualmente, está lutando duro para cumprir esse objetivo, pois faltam 300 a serem recrutados e formados, se formos acreditar nos números da imprensa indiana.
Além disso, permitir que as mulheres se tornem pilotos de combate, após um treinamento tão exigente quanto para os homens, é uma forma de ampliar o quadro de recrutamento. E sem dúvida que o exemplo do Tenente Avani Chaturvedi despertará novas vocações.

Na França em 2012, as primeiras mulheres a pilotar caças Rafale foram; a Capitã Claire Mérouze, que tornou-se a primeira mulher a assumir o controle de um Rafale e a Capitã Caroline, esta que infelizmente partou para a reserva em 2019. Ambas ajudaram a construir a reputação das aviadoras francesas e incentivaram muitas outras pelo mundo a perseguir a carreira.

Vídeo de 2018 que comenta sobre a formação e o primeiro vôo das aviadoras indianas na IAF:

  • Com informações e fotos da Indian Air Force/Força Aérea Indiana via redação Orbis Defense Europe.




Be the first to comment on "Aviadora Indiana assumirá o comando de caça Dassault Rafale na IAF"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*