Destróyer da U.S. Navy operando nas Forças Marítimas Combinadas (CMF) socorre marinheiros iranianos em perigo

Imagens da tripulação do USS Winston S. Churchill via U.S. Navy/Combined Maritime Forces (CMF).

Enquanto operava sob as Forças Marítimas Combinadas (CMF), o destróier de mísseis guiados USS Winston S. Churchill (DDG 81) prestou assistência a um navio a motor à deriva e em perigo no Mar da Arábia, em 15 de outubro.

A embarcação com bandeira iraniana sinalizou para Churchill por meio de uma luz intermitente que estava em perigo.

Quando contactados por um rádio de ponte a ponte, a tripulação do navio explicou que o motor não dava partida devido à bateria descarregada e que havia ficado sem comida e água jà a alguns dias.

A equipe de embarque do USS Winston S. Churchill transitou para a embarcação iraniana por meio de um barco inflável de casco rígido (RHIB) e conduziu uma inspeção inicial de navegabilidade. Eles forneceram aos marinheiros comida e água.

Após a verificação, o USS Winston S. Churchill não possuía o tipo de bateria exigida pela embarcação, solicitando a ajuda da Guarda Costeira de Omã.

O USS Winston S. Churchill permaneceu no local até as autoridades de Omã chegarem para prestar mais assistência.

A tripulação de Churchill aderiu estritamente às mitigações do distanciamento social pelo coronavírus (COVID-19) e ao uso de coberturas faciais e luvas, a fim de evitar a transmissão entre as tripulações.

A Convenção Internacional para a Salvaguarda da Vida Humana no Mar (SOLAS) de 1974 descreve a obrigação de todos os marinheiros, independentemente da nacionalidade, de prestar assistência aos que estão em perigo no mar, uma responsabilidade e missão que todos os marinheiros compartilham e levam muito a sério, demonstrando a fraternidade e assitência naval independente de nacionalidades e ideologias.

As Forças Marítimas Combinadas (CMF) são uma parceria marítima multinacional que existe para combater atores não-estatais ilícitos em alto mar, promovendo segurança, estabilidade e prosperidade no Golfo Pérsico, Mar Vermelho, Golfo de Aden, Oceano Índico e Golfo de Omã .

Nota da redação:

Não foram divulgadas maiores informações se os tripulantes da embarcação iraniana eram civis ou militares, pois muitas dessas embarcações de aparência civil são geralmente usadas por militares da Marinha Islâmica Iraniana para efetuar monitoramento do tráfego naval local no Estreito de Ormuz e Golfo de Omã.

Imagens da tripulação do USS Winston S. Churchill via U.S. Navy/Combined Maritime Forces (CMF).

Sobre a CMF – Combined Maritime Forces/ Forças Marítimas Combinadas

A “CMF” é um coletivo multinacional único de 33 nações com interesses semelhantes, dedicado a promover a segurança e o livre fluxo de comércio em 3,2 milhões de milhas quadradas de águas internacionais no Mar Vermelho, Golfo de Aden, Bacia da Somália, Oceano Índico e Golfo . As principais áreas de foco da CMF são interromper o terrorismo, prevenir a pirataria, reduzir atividades ilegais e promover um ambiente marítimo seguro para todos.

  • Com informações e imagens da U.S. Navy/Combined Maritime Forces (CMF) via redação Orbis Defense Europe.




Be the first to comment on "Destróyer da U.S. Navy operando nas Forças Marítimas Combinadas (CMF) socorre marinheiros iranianos em perigo"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*