Filme de ameaça de ataque nuclear da China usou clipes de Hollywood

Imagem via Apple Daily HK 蘋果日報@appledaily_hk.

Um vídeo de propaganda militar chinesa simulando um bombardeio nuclear a Base de Guam usou clipes de filmes que são sucessos de bilheteria de Hollywood, incluindo Transformers e The Rock.

Com música dramática, o vídeo mostra bombardeiros H-6 com capacidade nuclear realizando um ataque simulado ao que parece ser a Base Aérea Andersen dos Estados Unidos na ilha de Guam, no Pacífico.

O vídeo foi visto quase cinco milhões de vezes na plataforma de microblog Sina Weibo da China, mas muitos usuários pelo mundo zombaram de seu aparente uso de cenas de filmes de Hollywood. “É uma sorte que a China não tenha problemas com direitos autorais”, cometaram muitos pel mundo.

O vídeo de dois minutos, chamado Gods of War – Attack !, foi lançado pela Força Aérea da China no sábado.

“Somos os defensores da segurança aérea da pátria; temos a confiança e a capacidade de sempre defender a segurança dos céus da pátria”, escreveu a Força Aérea ao lado do vídeo.

Mas os usuários de mídia social rapidamente notaram que as cenas mais dramáticas do vídeo pareciam ter sido tiradas dos filmes Transformers: A vingança dos caídos, The Rock e Hurt Locker.

Os militares chineses não comentaram publicamente essas afirmações, mas fontes próxima aos militares disseram ao jornal South China Morning Post que era prática comum o departamento de publicidade do exército “pegar emprestado” filmes de Hollywood.

“Quase todos os oficiais do departamento cresceram assistindo a filmes de Hollywood, então, em suas mentes, os filmes de guerra americanos têm as imagens mais legais”, disse a fonte.

O vídeo foi divulgado enquanto a China realizava exercícios militares perto de Taiwan , em meio a tensões aumentadas devido à visita de um alto funcionário do Departamento de Estado dos EUA à ilha. A China considera o auto-governado Taiwan uma província separatista.

Collin Koh, pesquisador do Instituto de Defesa e Estudos Estratégicos de Cingapura, disse à agência de notícias Reuters que o vídeo tinha o objetivo de “alertar os americanos de que mesmo posições supostamente seguras na retaguarda, como Guam, podem ficar sob ameaça quando houver conflitos sobre pontos críticos regionais Taiwan ou Mar da China Meridional entram em erupção “

 

“Empréstimo de imagens” é comum para produtores chineses

Em 2015, o principal regulador da mídia da China pediu uma repressão aos dramas de guerra “mal feitos”, e os cineastas foram criticados por usar enredos sobre-humanos e irrealistas para contar histórias sobre as guerras da vida real na China.

Portanto, há uma certa ironia nos canais oficiais da China “pegando emprestado” filmes, cinco anos depois, para demonstrar as habilidades de seu exército na vida real.

“Emprestar” tem sido uma defesa comum dos produtores chineses, que têm um histórico de uso de formatos no exterior para alcançar popularidade e sucesso no país. Muitos são da opinião de que, por haver tanta burocracia na China sobre o que é considerado aceitável para o público doméstico, os produtores não têm escolha a não ser olhar para onde os formatos estrangeiros foram bem-sucedidos, já que muitas vezes são mais ousados ​​e cativantes do que Produções chinesas.

Mas a realidade é que, como poucos filmes ocidentais entraram no mercado chinês, a maioria dos usuários os viu. Então, os internautas rapidamente pegaram as cenas neste vídeo “emprestado” de The Rock and Transformers 2.

  • Saiba mais sobre o filme chinês de ataque nuclear no que sugere ser a Base Militar de Guam (Japão):

China divulga vídeo de ataque nuclear no que sugere ser a Base Militar de Guam (Japão)

  • Com texto adaptado de Kerry Allen, analista de mídia da China da BBC News, via redação Orbis Defense Europe




Be the first to comment on "Filme de ameaça de ataque nuclear da China usou clipes de Hollywood"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*