Governo da Turquia afirma captura da esposa do ex-líder do ISIS Abu Baker al-Baghdadi.

Imagem via Al Jazeera.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou nesse dia 6 de novembro que a Turquia capturou a esposa do ex-líder do ISIS Abu Baker al-Baghdadi.

O presidente turco, fez o anúncio enquanto ele estava participando de uma cerimônia que marcou o 70 º aniversário da fundação da faculdade de teologia da Universidade de Ancara na capital Ancara.

Erdogan também confirmou que a irmã e o cunhado do líder terrorista foram capturados, sem fornecer detalhes sobre a operação que conduziu as prisões.

Um dia antes, as autoridades turcas anunciaram que as forças turcas capturaram Rasmiya Awad, 65, irmã mais velha de Baghdadi, 65 anos, junto com seu marido e nora na cidade de Azaz, no norte da Síria. Ainda não está claro se a esposa do terrorista foi capturada na mesma área.

Al-Baghdadi se explodiu em 26 de outubro, quando as Forças Especiais dos EUA invadiram seu esconderijo no noroeste da Síria. Uma mulher que se acredita ser uma das esposas dos terroristas infames teria sido morta no ataque.

Imagem via SANA Syria.

Al-Baghdadi era conhecido por ter quatro esposas, o número máximo que se pode ter sob a lei islâmica de uma só vez .

Uma importante autoridade turca disse no início desta semana que a Turquia havia capturado a irmã de al-Baghdadi, seu marido e nora, e esperava obter informações sobre o ISIL, embora Ancara não tenha dito que conhecimento eles podem ter sobre o grupo. operações. Uma autoridade turca disse que a irmã de 65 anos é suspeita de ser afiliada ao ISIL e a chamou de “mina de ouro”.

Apesar do grande alarde por parte do governo da Turquia, a suspeita é de um resgate e não de uma captura, pois diversas fontes e evidências levam a suspeita da colaboração direta do governo da Turquia com o terrorista Abu Baker al-Baghdadi e toda a sua rede, e que essa ação não passaria de um “mise en cene” (encenação) para evitar outras ações de busca e captura de membros da familia dos terroristas do ISIS pelos USA e Russia na região, evitando assim maiores problemas para a Turquia.

Um alto funcionário turco compartilhou uma imagem da carteira de identidade de Rasmiya Awad com a CNN.
A Turquia descreveu a descoberta dos parentes de Baghdadi como uma benção por sua inteligência sobre o ISIS, dizendo que ajudará o país a se proteger melhor e a Europa dos terroristas.

Imagem via Yusuf Gezer CNN.

Baghdadi, o líder ilusório e altamente secreto do ISIS, morreu durante um ataque realizado pelos militares dos EUA em estreita coordenação com a inteligência americana e as Forças Democráticas Sírias lideradas pelos curdos no noroeste da Síria.

Baghdadi “explodiu-se” depois de ter sido encurralado pelas forças americanas em um túnel dentro de seu complexo, disse Trump durante uma entrevista coletiva detalhando a missão. Sua identidade foi posteriormente confirmada por testes de DNA.

O homem mais procurado do mundo supervisionou a transformação do grupo militante de uma insurgência desorganizada em uma rede terrorista global que atraiu dezenas de milhares de combatentes ao chamado “califado” no Iraque e na Síria.

No auge do grupo, Baghdadi reinou em um território do tamanho da Grã-Bretanha, a partir do qual o ISIS orquestrou ataques realizados em países ao redor do mundo.

 

  • Com informações da SANA Syria, Arab News, Al Jazeera  e Yusuf Gezer, via redação Orbis Defense Europe.


Be the first to comment on "Governo da Turquia afirma captura da esposa do ex-líder do ISIS Abu Baker al-Baghdadi."

Leave a comment

Your email address will not be published.


*