Guarda Costeira Espanhola resgata 119 migrantes ilegais à deriva e busca por 67 desaparecidos

Imagem de um dos muitos resgates efetuados pela Guarda Costeira Espanhola. Imagem ilustrativa via AP/ Voice of Europe.

A Espanha resgatou na segunda-feira dia 10, 119 migrantes à deriva em um bote tipo zodiac no mar e està ainda procurando por mais 67 desaparecidos em um outro barco que tentava chegar à costa europeia, disseram as autoridades marítimas do país na segunda-feira.

Um porta-voz da agência de resgate marítimo disse que a busca pela embarcação de borracha tipo zodiac desaparecido no trecho do mar Mediterrâneo que separa a Espanha do Marrocos foi suspensa durante a noite e deve ser retomada no início da terça-feira.

O funcionário da Guarda Costeira Espanhola, que não estava autorizado a ser identificado nas reportagens da mídia, disse que o bote estava na área de resgate de Marrocos e isso impedia a ação da Marinha Espanhola sem uma autorização do governo do Marrocos.

Ele disse que dois outros barcos de borracha foram encontrados na área conhecida como Mar Alborán, com 60 e 59 migrantes da África Subsaariana, e que todos eles seriam desembarcados na cidade de Málaga, no sudeste da Espanha. Os migrantes, incluindo 6 mulheres e cinco crianças, estavam em boas condições de saúde, disse o porta-voz.

Os migrantes que fogem da pobreza ou da violência procuram uma nova vida na Europa, iniciando uma perigosa viagem marítima das costas africanas, sempre com promessas de empregos fàaceis ou ajudas sociais com o status de refugiados pagam entre 1000 a 5 mil euros para efetuar a travessia com a ajuda de traficantes de drogas, que quase sempre convencem os migrantes a transportarem drogas para destinos diversos na Europa.

A Espanha, que se tornou o principal ponto de entrada na Europa em 2018, viu o número de chegadas pela metade no ano passado, para 26.168, mas viu um aumento recente no número de barcos que se dirigem para as Ilhas Canárias, que ficam no Oceano Atlântico, no nordeste da África.

O Marrocos recebeu 140 milhões de euros (US $ 155 milhões) em fundos da União Europeia em 2019 para reprimir as travessias ilegais, mas mesmo assim não consegue evitar o grande afluxo de embarcações que tentam todos os dias fazer a tracessia.

  • Com informações associated Press e Guarda Costeria Espanhola via redação Orbis Defense Europe.


Be the first to comment on "Guarda Costeira Espanhola resgata 119 migrantes ilegais à deriva e busca por 67 desaparecidos"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*