Ucrânia mantêm interesse no Embraer A-29 Super Tucano

Um A-29 Super Tucano da Força Aérea Afegã sobrevoa Cabul, Afeganistão, em agosto de 2015. A versão negociada pela Ucrânia será semelhante à usada pela FAA devido aos requisitos para ambiênte de combate. Foto ilustrativa, da Força Aérea dos EUA / Staff Sargent Larry E. Reid Jr.

Por vários anos, a Ucrânia está à procura de um sucessor do velho treinador a jato L-39 Albatros e depois que uma delegação da Força Aérea Ucraniana (VVS Ucrânia) visitou o Brasil em 2019, o interesse especial é mostrado no Embraer EMB314 / A-29 Super Tucano. O Comando da Força Aérea da Ucrânia relatou agosto de 2020 que agora consideram o A-29 um candidato sério.

As informações confirmadas por fontes anônimas das Forças Armadas Ucranianas e de canais de mídias especializadas européias são que as negociações estão em fase bem avançada, mas não existem informações que confirmem o negócio por parte da EMBRAER até o momento.

O Comando acrescentou à sua declaração que o Super Tucanos não será considerado um substituto do Su-27, Su-25M, Su-25 e Su-24MR, que será substituído por um jato da geração 4 ++ em o futuro (distante) e que a atual frota de L-39 será reduzida e ainda não totalmente substituída.

Desde 2 de agosto de 2019 foi revelado por diversas mídias internacionas e até pelo governo brasileiro que o Gen.-Col. Sergii Drozdov, comandante da Força Aérea Ucraniana, efetuou um vôo de teste no Brasil no EMB-314 Super Tucano e teria aberto estudos para a aquisição da aeronave da EMBRAER, fato que foi confirmado pelo Presidente Bolsonaro na época.

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro anunciou após uma reunião com o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky que a Ucrânia está interessada em comprar a aeronave Super Tucano do Brasil.

O General-Coronel Drozdov e sua delegação também se reuniram com representantes da Embraer Defesa e Segurança para discutir o potencial da Força Aérea Ucraniana na aquisição da aeronave.

Fonte: https://mil.in.ua/uk/news/ukrayina-otsinyuye-prydbannya-super-tucano/

O Portal Militar Ucraniano informou que a aeronave de ataque leve turboélice brasileira Embraer EMB 314 Super Tucano foi exposta a uma delegação da Força Aérea Ucraniana, liderada por seu comandante Serhiy Drozdov, durante visita ao Brasil no início de agosto de 2019.

Fonte: https://mil.in.ua/uk/news/ukrayina-otsinyuye-prydbannya-super-tucano/

Caso a Ucrânia adquira o Super Tucano, provavelmente será capaz de integrar seus próprios sistemas de armas à aeronave. Isso permitiria que a indústria de defesa da Ucrânia se tornasse um fornecedor de armas para usuários do Super Tucano.

Informações, como o número de aeronaves em intenção de aquisição não estão disponíveis. Não está claro se a Ucrânia examinou outras aeronaves de treinamento ou de ataque leve no mercado internacional desde o inicio das negociações em 2019.

O Super Tucano pode ser usado tanto na função de treinador quanto como aeronave leve de ataque. Embora a aeronave não seja um impedimento eficaz contra os militares russos, a Ucrânia pode considerá-la útil para patrulhar o território controlado pelos separatistas em seu leste.

Muitos países da África e do Oriente Médio começaram a adquirir aeronaves como o Super Tucano para uso em operações de contra-insurgência, aproveitando seu baixo custo operacional.

Junto com o Brasil, vários países utilizam o Super Tucano, incluindo Afeganistão, Angola, Chile, Colômbia, Líbano e Mali, entre outros. Se a Ucrânia comprar o Super Tucano, será o primeiro ex-estado soviético a adquirir a aeronave.

Veja no video como a FAA utiliza o A-29 em ataques ao solo no Afeganistão:

  • Com informções da Jane’s Defense Int, Scramble Magazine, UNIAN Information Agency, Defense & Security Monitor via redação Orbis Defense Europe.




Be the first to comment on "Ucrânia mantêm interesse no Embraer A-29 Super Tucano"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*