USS Essex transporta aeronaves da 2a Guerra Mundial para comemorações no Havaí

Aeronaves históricas da 2ª Guerra Mundial conhecidas como "Warbirds" são embarcadas a bordo do USS Essex (LHD-2) na Naval Air Station North Island em San Diego. Imagem da Marinha dos EUA, do chefe de comunicações de massa Ace Rheaume.

O navio de assalto anfíbio USS Essex (LHD-2), da classe Wasp da Marinha dos EUA, recentemente serviu como um transporte de aviação, trazendo uma carga de aviões de guerra da Segunda Guerra Mundial para o Havaí. As aeronaves, que incluem o icônico caça P-51 Mustang e o bombardeiro B-25 Mitchell, entre outros, vão participar de eventos que comemoram o 75º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial na sexta-feira dia 14/08.

O USS Essex chegou a Pearl Harbor, no Havaí, local do ataque japonês em 7 de dezembro de 1941, que finalmente colocou a America na guerra. Os Estados Unidos e o resto dos Aliados declararam vitória final sobre o Japão em 14 de agosto de 1945, embora as autoridades japonesas não se rendessem formalmente até 2 de setembro. Isso se seguiu à rendição incondicional da Alemanha nazista em 8 de maio.

Além do P-51 e do B-25 , o contingente completo de aviões de guerra privados também incluía dois hidroaviões Catalina , um caça F8F Bearcat , um caça FM-2 Wildcat , dois treinadores texan T-6 e um biplano Boeing-Stearman PT -17. O pessoal da Naval Air Station North Island em San Diego, Califórnia foram os responsàveis por embarcar as aeronaves no USS Essex para a viagem ao Havaí no final de julho.

De certa forma, o USS Essex estava reprisando o papel que alguns porta-aviões menores da Marinha desempenharam durante a Segunda Guerra Mundial, ajudando a enviar aeronaves de combate dos Estados Unidos para destinos distantes, inclusive no teatro do Pacífico. Muito mais recentemente, no final dos anos 2000, o navio de assalto anfíbio classe Wasp USS Bonhomme Richard, que recentemente sofreu um incêndio devastador, transportou jatos agressores de “Air Red” para o Havaí para exercícios.

Também não é a primeira vez que um navio da Marinha hospeda aviões de guerra clàssicos. Em abril de 1992, dois B-25s decolaram notavelmente do porta-aviões da classe Forrestal USS Ranger para comemorar o 50º aniversário do famoso Doolittle Raid no Japão em 1942. Essa operação envolveu o porta- aviões da classe Yorktown, USS Hornet, lançando 16 dos bombardeiros, que então bombardeou Tóquio e outras áreas próximas em uma represália direta pelo ataque a Pearl Harbor.

O porta- aviões da classe Nimitz , USS Carl Vinson, também trouxe outro contingente de aviões clàssicos de guerra ao Havaí para o 50º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial em 1995.

Nesse caso específico, o USS Essex também carregava uma nova aeronave utilitária C-12U Huron , um Beechcraft King Air militarizado, com destino à Guarda Nacional do Exército do Havaí.

Essas aeronaves foram adicionadas aos MV-22 Osprey do USMC e aos helicópteros MH-60 Sea Hawk embarcados no USS Essex, como parte de seu contingente operacional padrão de aviação.

O navio, que também tem outros elementos da Marinha a bordo, já estava indo para o Havaí para participar do próximo exercício multinacional da Orla do Pacífico (RIMPAC), que deve começar na próxima semana.

Ao todo, esta deve ser uma das combinações mais incomuns e exclusivas de aeronaves que já enfeitaram a cabine de comando do USS Essex desde que a Marinha comissionou o navio em 1992.

Imagens do embarque das aeronaves por chefe de comunicações de massa Ace Rheaume da U.S. Navy:

Com texto adapado de Joseph Trevithick para o The Drive War Zone em 11/08/2020 via redação Orbis Defense Europe.

Link para a reportagem original:

https://www.thedrive.com/the-war-zone/35640/amphibious-assault-ship-uss-essex-carries-load-of-gorgeous-world-war-ii-warbirds-to-hawaii?





Be the first to comment on "USS Essex transporta aeronaves da 2a Guerra Mundial para comemorações no Havaí"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*